Cidades Globais Livres de Trabalho Escravo (CGLTE)

Cidades Globais Livres de Trabalho Escravo (CGLTE)

O projeto de rede de Cidades Globais Livres de Trabalho Escravo – CGLTE é desenvolvido em um contexto de iniciativas locais com impacto na erradicação do trabalho escravo contemporâneo em âmbito global. A Rede de Cidades Globais Livres de Trabalho Escravo acredita que a transferência de conhecimento é uma ferramenta relevante de solução para problemas locais com impacto global. Deste modo, ela  começa unindo o Rio de Janeiro – Brasil, Nottingham – Reino Unido, Bancoc – Tailândia e Maputo – Moçambique em uma série de visitas, webinars, trocas permanentes de informações, produção de filmes documentários e pesquisa aplicada sobre o tema da escravidão contemporânea nas cidades envolvidas.

 

O projeto CGLTE inclui agentes governamentais locais, representantes da sociedade civil, universidades e lideranças em comunidades em uma rede aberta aos que se encontram no combate a escravidão contemporânea no mundo. O objetivo desta cooperação internacional é promover a conscientização sobre as novas formas de trabalho escravo no mundo, prevenção e compreensão das medidas de combate implementadas localmente para disseminação em escala global.

Documentário Cidades Globais Livres de Trabalho Escravo (Parte 1)

Parceiros

Chart by Visualizer

Rio de Janeiro:

Setor Público: Comissão Estadual de Erradicação do Trabalho Escravo; Defensoria Pública da União; Prefeitura do Rio de Janeiro; Superintendência Regional do Trabalho; Polícia Federal; Ministério Público do Trabalho; Ministério Público Federal.

ONG: CARITAS Arquidiocesana; Cooperativa Maravilha; Conexão G!; AprendIN.

Academia: PUC-Rio (BPC); UFRJ (GPTEC)

Maputo:

Academia: Eduardo Mondlane University.

Nottingham:

Setor Público: Conselho Municipal de Nottingham.

Academia: Universidade de Nottingham (Rights Lab); Universidade das Nações Unidas.

Bangcoc:

ONG: A21.

Academia: Universidade Chulalongkorn.

Publicações

Publicações Relacionadas


Acesse também o briefing do I Workshop Global Cities Free of Slavery no Rio de Janeiro  de Silvia Marina Pinheiro e Heloisa Coutinho Calmon Nogueira da Gama.

Eventos

[inserir aqui]

Equipe

Heloisa Gama

Pesquisadora

Silvia Marina Pinheiro

Pesquisadora

Apoio Institucional