Banco de Desenvolvimento da África Austral (DBSA)

 

Atualizado em novembro de 2017

Natureza e Propósito

  • O Banco de Desenvolvimento do Sul da África (DBSA)vem sendo operado desde 1983. A composição e a conduta do DBSA’s Board of Directors são reguladas pelo Development Bank of Southern Africa Act, No. 13, de 1997; pelo Public Finance Management Act, No. 1, de 1999; e pela Companies Act, No. 71, de 2008.
  • Note que, não sendo uma instituição receptora de depósitos, as operações do DBSA não estão sujeitas ao Banks Act, nem ao Acordo de Basileia.
  • O DBSA está integralmente subordinado ao governo sul-africano e reporta diretamente ao Ministério de Finanças através do Tesouro Nacional
  • Os investimentos do Banco estão concentrados na “infraestrutura-socioeconômica” tanto na África do Sul quanto na África Austral, principalmente nos setores de energia, transporte, água e comunicação.

 

Chart by Visualizer

Fonte: O autor se baseou no Relatório Anual do DBSA (2016)

 

Chart by Visualizer

Fonte: O autor se baseou no Relatório Anual do DBSA (2016)

De onde vêm os fundos?

  • O DBSA é uma instituição autofinanciada com fundos provenientes de mercados de capitais nacionais e internacionais e de instituições bilaterais e multilaterais.
  • Os títulos são emitidos no mercado de capitais doméstico, enquanto as linhas de crédito são originadas de acordos com os bancos internacionais e comerciais, bem como “instituições financeiras de desenvolvimento”.
  • Em 2002, criou a Services Unit Management Agency com o intuito de aumentar sua capacidade de implementar e gerir programas no país e na África Austral.
  • De 1997 a 2012, o African Development Bank (AfDB) concedeu ao DBSA cinco linhas de crédito para financiar os projetos de infraestrutura na África do Sul e na região da África Austral. De 1994 a 2013, o governo da África do Sul não realizou injeções financeiras, alterando essa política a partir de 2014, com pagamentos no valor de US$ 220 milhões em 2016 e US$ 183,3 milhões em 2015.

 

Chart by Visualizer

Fonte: O autor se baseou Relatório Anual do DBSA (2016)

BDSA- Como funciona?

  • O DBSA é dividido em quatro clusters: três são encarregados de originar e empacotar projetos viáveis de infraestrutura para financiamento e prestação de assistência técnica; o quarto é responsável por coordenar atividades relacionadas ao planejamento de portfólio divisional, monitoramento de risco e criação de relatórios.
  • A Divisão de Operações da África do Sul (AS Ops) foca na integração dos mercados dos setores públicos e privados, concentrando-se em projetos de infraestrutura, que são realizados principalmente através dos municípios.
  • A Divisão Internacional é responsável pelas operações do DBSA em todo o continente africano e pelos fundos do African Development Bank (AfDB).

Gráfico DBSA Disbursements (in millions of USD)

Gráfico Investment in Development Activities (in millions of USD)

 

Chart by Visualizer

Fonte: O autor se baseou no Relatório Anual do DBSA  (2016)

BDSA no exterior – Como funciona?

  • As operações do DBSA que extrapolam o escopo geográfico da África do Sul são realizadas pela Divisão Internacional do Banco. Vale ressaltar, no entanto, que esta Divisão está destinada a realizar operações somente dentro do continente africano.
  • Os principais eixos de ação da Divisão Internacional do DBSA incluem assistência técnica na elaboração de projetos buscando por financiamento, além de desembolsos diretos e linhas de crédito.
  • A Divisão Internacional do DBSA também fornece linhas de crédito para outras instituições financeiras africanas, tais como: o Banco Africano de Investimento, Banco PTA, Banco de Desenvolvimento da Zâmbia, Banco de Desenvolvimento de Infraestrutura do Zimbábue, Banco de Investimento da Tanzânia e o Banco de Desenvolvimento da África Oriental.

 

Chart by Visualizer

Fontes: O autor se baseou no Relatório Anual do DBSA (2016)

 

Chart by Visualizer

 

Chart by Visualizer

 Corporação de Desenvolvimento Industrial (IDC)

  • A Corporação de Desenvolvimento Industrial (IDC) foi criada em 1940, com o propósito de financiar e estimular o processo de industrialização na África do Sul, bem como de inovação e aquisição de equipamentos e maquinaria.
  • Estabelecido por um “Parliament Act” (Industrial Development Corporation Act, No. 22 de 1940), focalizou em responder às exigências do comércio global no rescaldo da Segunda Guerra Mundial, financiando a renovação das indústrias minerais e petroquímicas, que até hoje representam os principais setores contemplados pelo IDC.

 

Como funciona?

O IDC funciona como uma agência de implementação de políticas industriais, centrado principalmente em: o “Plano Nacional de Desenvolvimento (NDP), “Novo Caminho de Crescimento” (NGP) e “Política Industrial Plano de Ação” (IPAP).

 

Chart by Visualizer

Fonte: o autor baseado no IDC Integrated Report 2017

De onde vêm os fundos do IDC?

Os fundos da IDC são gerados pela receita de empréstimos e investimentos de capital e saída de investimentos maduros, bem como por empréstimos de bancos comerciais, desenvolvimento instituições financeiras (IFDs) e outros credores.

 

Chart by Visualizer

Fonte: Relatório Integrado do IDC 2016