fellowship

Entevista com alunos do programa PET-IRI

03/08/2017

Como Centro de pesquisa, o BRICS Policy Center tem o prazer de receber inúmeros pesquisadores todo ano. Dentre eles, estão alunos e professores da PUC-Rio, intercambistas e pesquisadores estrangeiros de organizações parceiras. Nesse sentido, realizamos uma entrevista com alunos que participam do Programa de Educação Tutorial (PET) do Instituto de Relações Internacionais da PUC-Rio para ilustrar a experiência deles no BPC.

O PET/IRI é financiado pelo Ministério da Educação e foi criado para promover uma formação de alta especialidade entre os alunos do curso de graduação em Relações Internacionais da PUC-Rio. Segundo Bruno Magalhães, professor do IRI e coordenador do Programa, “os alunos selecionados são treinados para atingir excelência em diferentes habilidades necessárias a uma carreira de sucesso na academia e em outras profissões associadas à pesquisa na área de RI”.

Vinculada ao programa, Victória Figueiredo Machado, estudante do sexto período, tem a pesquisa guiada pelo projeto “Brasil Global: Desafios da inserção internacional brasileira em um mundo de transformação” e afirma passar por grande evolução em suas habilidades de pesquisa graças aos ensinamentos e práticas do programa que vão além do aprendido na faculdade. Ter o BPC como espaço de trabalho, segundo ela, é fundamental para o desenvolvimento de sua pesquisa, já que são disponibilizados material de ensino, artigos e livros. Victória também ressalta os núcleos de pesquisa do Centro, que funcionam como referência e permitem o contato com pesquisadores renomados que estejam no BPC. 

Rachel Pires, também do sexto período, destaca a capacidade analítica que desenvolveu enquanto bolsista do PET, fato que se reflete em seu cotidiano na graduação. Para além do ambiente equipado, Rachel destaca os eventos, debates e trabalhos proporcionados pelo Centro, fato que, de acordo com ela, permite que se esteja em contato com novas ideias e temas diferentes. As reuniões regulares no Centro também a auxiliam a articular seus pensamentos e reflexões, fornecendo suporte à sua pesquisa e gerando uma produção maior de trabalhos acadêmicos. 

Por fim, Danilo Bines, da turma entrante do PET e cursando o quarto período, divide o desenvolvimento de competências proporcionado pelo Programa em dois níveis distintos, porém complementares: o aprimoramento de técnicas, leitura e apresentação; e a temática de pesquisa do PET, que está sempre relacionada a alguma questão atual do Brasil. Nesse semestre, o tema foi “Direitos Humanos na Esfera das Instituições Internacionais”. 

Processos de seleção para o programa acontecem anualmente e são amplamente divulgados pelo Instituto. 

Visite o novo blog do PET, criado para atender ao desejo dos bolsistas e professores por um espaço para compartilhamento e divulgação dos trabalhos produzidos.