fellowship

GSUM ENTREVISTA: Marie-Joëlle Zahar, Julia Palmiano Federer e Thomas Biersteker

08/29/2017

No dia 19 de julho de 2017, durante a terceira edição da Conferência Acadêmica sobre Mediação Internacional, Marie-Joëlle Zahar da Universidade de Montreal, Julia Palmiano Federer do swisspeace e Thomas Biersteker do Graduate Institute de Genebra (Suíça), concederam entrevistas exclusivas à Unidade do Sul Global para Mediação. 

Marie-Joëlle Zahar e Julia Palmiano Federer também foram entrevistadas pelo jornal O Globo na coluna “Conte algo que não sei” que você pode acessar aqui e aqui respectivamente. 

 

Marie-Joëlle Zahar discutiu sua experiência como parte do UN Mediation Support Standby Team, os desafios envolvidos no engajamento de atores armados não-estatais na mediação e os impactos da fragmentação das partes nessas práticas. A entrevista já está disponível em nosso canal do YouTube e você pode acessá-la clicando aqui

Julia Palmiano Federer, por sua vez, discutiu os desafios envolvidos na promoção da inclusividade em processos de paz, bem como os impactos da resolução 1325 do Conselho de Segurança da ONU sobre discursos internacionais ligados ao lugar das mulheres na paz e segurança. A entrevista pode ser acessada aqui

Thomas Biersteker expôs as primeiras conclusões de uma pesquisa em andamento a respeito da relação entre sanções e a mediação de conflitos, em particular suas impressões sobre como as sanções podem tanto complementar quanto dificultar o processo de mediação. Ele também compartilhou sua experiência com a criação do aplicativo SanctionsApp, destinado a facilitar o acesso a informações acerca do sistema de sanções da ONU. Saiba mais e acesse a entrevista aqui