GSUM REALIZA A PRIMEIRA EDIÇÃO DOS DIÁLOGOS LATINO-AMERICANOS EM TRANSFORMAÇÃO DE CONFLITOS

Da esquerda à direita: Antonio Jorge Ramalho (UNASUL), Maira Siman (GSUM), Thomas Legler (Universidade Iberoamericana) e Monica Herz (GSUM).

 

No dia 12 de março de 2018, a Unidade do Sul Global para a Mediação (GSUM) recebeu acadêmicos, diplomatas, profissionais, membros da sociedade civil e estudantes para a primeira edição dos Diálogos Latino-americanos em Transformação de Conflitos. Este será o primeiro de uma série de eventos promovidos com o objetivo de aprofundar a interlocução entre governo, academia e sociedade civil a respeito da promoção da paz na região.

A Embaixadora Maria Luisa Escorel, Diretora do Departamento de Organismos Internacionais do Ministério de Relações Exteriores (MRE), proferiu o discurso de abertura. Em sua fala, a Embaixadora tratou da excepcionalidade da região em questões de paz e segurança e dos desafios à sua conversão em uma zona de paz, contrastando a ausência de conflitos interestatais com alguns de seus maiores problemas intraestatais. Ela ilustrou seus argumentos com reflexões acerca dos casos do Haiti, da Colômbia e da Venezuela.

O primeiro painel do dia tratou do papel das organizações multilaterais em processos de paz e na transformação de conflitos na América Latina. Antonio Jorge Ramalho (UNASUL), Thomas Legler (Universidade Iberoamericana) e Monica Herz (GSUM) participaram do debate, no qual foram abordados, entre outros tópicos, a crise venezuelana, o potencial da UNASUL na construção de agência regional e os desafios à cidadania na região.

Outros dois painéis ocorreram à tarde: um sobre gênero, e outro sobre o caso colombiano. O painel sobre gênero contou com as contribuições de Eduardo Mello (MRE), Adriana Benjumea (Corporación Humanas), Paula Drumond (GSUM) e Renata Giannini (Instituto Igarapé). A discussão teve como principais temas a participação das mulheres em processos de paz e a implementação da Agenda de Mulheres, Paz e Segurança (MPS) da ONU na América Latina. O último painel do dia, por fim, reuniu o Embaixador Antonino Mena Gonçalves (representante do Brasil nas negociações com as ELN), Borja Paladini Adell (Kroc Institute), Manuela Trindade (GSUM) e Maria Elena Rodriguez (IRI/PUC-Rio). Discutiu-se principalmente o andamento da implementação dos acordos de paz com as FARC e a situação atual das negociações com a ELN, assim como o momento político vivido pelo país após as eleições legislativas do dia 11 de março.

O evento aconteceu no BRICS Policy Center e contou com apoio do Norwegian Centre for Conflict Resolution (NOREF).

Siga a nossa página no Facebook e saiba mais sobre os nossos eventos!